English Arabic Chinese (Simplified) French German Spanish

Refine Your Search

Language: Portuguese

Posted in: ATOTW > General Topics 2017 Language: portuguese

Um incêndio das vias aéreas pode ser definido como um incêndio que ocorre dentro da via aérea do paciente ou o que envolve um dispositivo de via aérea in situ ou um circuito respiratório contíguo. Embora um evento incomum desde a descontinuação de agentes anestésicos inflamáveis mais antigos, eles estão, no entanto, associados a morbidade e mortalidade potencialmente devastadoras ao paciente. A consciência de seus fatores de risco é importante para os anestesistas, a fim de minimizar sua ocorrência e fornecer tratamento rápido e efetivo.

Posted in: ATOTW > Pain & General Topics 2017 Language: portuguese

Opióides intratecais promovem analgesia efetiva para uma variedade de procedimentos cirúrgicos. Este tutorial apresenta uma visão geral das indicações clínicas, complicações e recomendações sobre sua segurança e uso efetivo.

Posted in: ATOTW > Regional Anaesthesia 2017 Language: portuguese

O ultrassom está sendo integrado à rotina prática de vários procedimentos invasivos (por exemplo acesso vascular e bloqueios regionais/nervos), com seus principais benefícios propostos sendo: aumento da taxa de sucesso e redução da taxa de complicações. A medida que ficamos mais confortáveis e experts com o ultrassom, podemos ampliar suas aplicações e benefícios para outros procedimentos que também eram baseados em referencias anatômicas.

Posted in: ATOTW > General Topics 2016 Language: portuguese

A obstrução da via aérea mais extrema é uma emergência em anestesia que requer intervenção imediata. Nos suportes de vida avançados, refere-se em geral a perda da perviedade da via aérea em pacientes desacordados ou por presença de corpo estranho em choques. Nestes casos, manobras que abram a via aérea ou empuxo abdominal para retirar a obstrução podem salvar a vida de alguém antes que o caso acabe em hipóxia e parada cardíaca. No contexto desde artigo, nós iremos discutir no manejo de vias aéreas obstruídas relacionadas a patologias da cabeça e pescoço.

Posted in: ATOTW > General Topics 2016 Language: portuguese

A tonsilectomia é um procedimento cirúrgico inicialmente descrito na Índia, em 1000 AC. Apesar de não ser realizada tão frequentemente quanto anteriormente, ela continua sendo um procedimento comum principalmente em crianças. As indicações e técnicas cirúrgicas permanecem controversas.

Posted in: ATOTW > Basic Sciences 2016 Language: portuguese

A transferência de pacientes críticos tanto no contexto pré-hospitalar quanto inter-hospitalar é frequentemente realizado para permitir que o paciente tenha acesso a cuidado especializado ou repatriação para um hospital perto de casa. É estimado que cerca de 11.000 transferências inter-hospitalares de pacientes críticos são realizadas todo ano no Reino Unido.

Posted in: ATOTW > Basic Sciences 2016 Language: portuguese

No primeiro tutorial de imunologia nós tratamos da imunologia básica que ajudaria o entendimento do que pode dar errado, que é o foco deste tutorial. Como anestesistas, nós sabemos do risco de reações de hipersensibilidade dos nossos pacientes e de forma compreensível somos particularmente temerosos às reações anafiláticas. A anafilaxia é abordada durante o treinamento em anestesiologia e os protocolos para seu manuseio são familiares aos anestesistas.

Posted in: ATOTW > Obstetric Anaesthesia 2016 Language: portuguese

Este tutorial resume os principais achados do estudo MBRRACE e as principais lições tiradas dos temas abordados, com foco especial em anestesia.

Posted in: ATOTW > General Topics & Basic Sciences 2016 Language: portuguese

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e secretado em resposta ao aumento do nível de glicose no plasma. O pâncreas dos diabéticos tipo I não é capaz de produzir insulina, enquanto dos pacientes tipo II, o pâncreas a produz, entretanto o corpo já não responde, ou responde pouco, a mesma. A insulina possui muitos papéis na manutenção da homeostase, e consequentemente, pacientes diabéticos apresentam muitos desafios no período perioperatório. A necessidade metabólica basal utiliza aproximadamente metade da secreção de insulina do indivíduo, mesmo em jejum. Por este motivo, pacientes diabéticos que irão se submeter à cirurgia não devem ter sua insulina descontinuada.

Posted in: ATOTW > General Topics 2016 Language: portuguese

Anafilaxia pode ser causada por mecanismos imunológicos (IgE mediada ou não IgE mediada), mecanismos não imunológicos ou ser idiopática. Uma pequena quantidade de alérgeno é suficiente para estimular células do sistema imunológico e causar anafilaxia. O diagnóstico e o manejo são o mesmo, independente do mecanismo que a causou.

Posted in: ATOTW > Basic Sciences 2016 Language: portuguese

O objetivo do presente tutorias é proporcionar uma visão geral da resposta do sistema imunológico, enquanto um Segundo tutorial focará na prática clinica.

Posted in: ATOTW > Paediatric Anaesthesia 2016 Language: portuguese

Alguns centros utilizam isolamento pulmonar para a maioria dos procedimentos torácicos enquanto outros centros raramente isolam o pulmão de bebês e crianças para a maioria dos procedimentos torácicos. Apesar das técnicas cirúrgicas aberta e minimamente invasiva permitirem o uso de ventilação convencional, a capacidade de desinsuflar o pulmão ipsilateral proporciona condições cirúrgicas melhores e otimiza a visualização de estruturas torácicas. Um entendimento de técnicas diferentes para isolamento pulmonar em pacientes pediátricos é importante para qualquer anestesista que cuida dessa população.

Posted in: ATOTW > General Topics 2015 Language: portuguese

Ventilação sob máscara facial (VM, sigla inglesa de “mask ventilation”) é uma habilidade básica para anestesistas. É o ponto inicial da maioria das anestesias gerais e, mais importante, é uma técnica indispensável para manter a oxigenação em intubações difíceis ou falhas.

Posted in: ATOTW > Paediatric Anaesthesia 2015 Language: portuguese

Anestesia Pediátrica Técnicas para evitar transfusão sanguínea em Anestesia Pediátrica Dr. Jutta Scheffczik – John Radcliffe Hospital, Oxford-­‐UK Dr. Isabeau Walker – Great Ormond Street# Hospital, London-­‐UK INTRODUÇÃO: Técnicas para evitar a transfusão de sangue são todas as estratégias utilizadas para evitar perda sanguínea e reduzir a necessidade de transfusão de sangue e seus derivados, baseadas numa abordagem multissistêmica e multimodal. As razões para utilizar estratégias conservadoras de transfusão incluem: ­‐Riscos e efeitos colaterais da transfusão sanguínea

Posted in: ATOTW > General Topics 2015 Language: portuguese

Manuseio Perioperátorio da Fibrilação Atrial Tutorial de Anestesia da Semana Dr J. Sokhi Professor J. Kinnear Southend University Hospital, UK

Posted in: ATOTW > General Topics 2015 Language: portuguese

A Coluna Cervical Instavel Tutorial de Anestesia da Semana Dr. Patrick Cowie e Prof. Peter Andrews West General hospital – Edinburgh - UK Tradução autorizada pela ATOTW (#292) realizada por Dr. Getúlio R de Oliveira Filho, Hospital Governador Celso Ramos, Brasil.

Posted in: ATOTW > Paediatric Anaesthesia 2015 Language: portuguese

Dr. Barnaby Scrace Anaesthetics Registrar, Royal Cornwall Hospital NHS Trust, UK Dr. Kylie McGregor Anaesthetic Consultant, Starship Children’s Hospital, Auckland, New Zealand Editado por Dr Anthony Bradley e Dra Kate Wilson INTRODUÇÃO O manuseio anestésico em procedimentos cirúrgicos e diagnósticos em crianças com massa mediastinal anterior (AMM) representa um desafio que ameaça a vida. A ameaça à vida é normalmente causada por compressão da via aérea, obstrução ao retorno venoso e ao débito cardíaco. Uma criança anteriormente assintomática pode desenvolver colapso de vias aéreas ou comprometimento cardiovascular catastrófico sob anestesia. A necessidade de um diagnóstico histológico e os riscos associados a anestesia precisam ser balanceados. Avaliação cuidadosa e discussão entre a equipe multidisciplinar é essencial.

Posted in: ATOTW > Paediatric Anaesthesia 2015 Language: portuguese

Dr. J. Matthew Kynes MD Anestesiologista, Brigham and Women’s Hospital, Boston, MA, USA Dr. Faye M. Evans MD Anestesiologista, Boston Children’s Hospital, Boston, MA, USA Editado por Dra. Vanessa Hodgetts e Dra. Kate Wilson INTRODUÇÃO A escoliose é uma condição anormal da curvatura lateral da coluna vertebral que afeta 2-­‐3 % da população em diferentes graus. É distinto de hipercifose, por vezes referido simplesmente como cifose, que é uma curvatura anterior-­‐posterior anormal na região torácica. O início da escoliose muitas vezes começa no nascimento e se manifesta na infância ou início da adolescência, mas mais frequentemente torna-­‐se óbvia entre as idades de 10 a 15 anos. Ocorre um pouco mais em mulhere em relação aos machos e as mulheres evoluem para correção cirúrgica até oito vezes mais.

Posted in: ATOTW > General Topics 2015 Language: portuguese

Dr. Scot Bradburn ST3 Anaesthetic Registrar, Glangwilli General Hospital, Wales, Dr. Stuart Gill Anaesthetic Consultant, Glangwilli General Hospital, Wales Editado por, Dr. Matthew Doane INTRODUÇÃO O acesso intra-­‐ósseo (IO) é um método alternativo à administração intravenosa de medicamentos e fluidos. Comumente usado no atendimento pré-­‐hospitalar e por médicos militares, o acesso intra-­‐ósseo tem expandido a sua utilização para uma variedade de situações: na sala de emergência, em paradas cardíacas, na população pediátrica, e vem ganhando popularidade em situações onde o acesso intravenoso é difícil ou o momento é crítico.

Posted in: ATOTW > Intensive Care Medicine 2015 Language: portuguese

Dr. Lisa Molus CT2 Anaesthetics, Sunderland Royal Infirmary, UK, Dr. Paul Bush Consultant in Anaesthetics and Intensive Care, University Hospital North Durham, UK, Editado por: Niraj Niranjan and Harry Singh Introdução: Doenca por virus Ebola(DVE), antigamente conhecida como fibre hemorragica Ebola, e uma doenca rara, viral e com risco de vida causada pela infeccao de uma das estirpes do virus Ebola.

Dr. Peter Allan Foundation Doctor, Royal Cornwall Hospitals NHS Trust, UK, Dr. Saibal Ganguly Intensive Care Registrar, Royal Cornwall Hospitals NHS Trust, UK, Editado por Dr. William English INTRODUÇÃO A presença de hiponatremia tem sido demonstrada como um fator de risco independente para mortalidade aumentada em pacientes internados.1 Como a hiponatremia é o distúrbio eletrolítico mais encontrado na medicina clínica,1 é vital que os médicos e enfermeiros saibam como manejar apropriadamente essa condição. Hiponatremia grave tem sido associada com prognósticos adversos.2 Também tem sido reconhecido que mesmo a hiponatremia leve pode estar relacionada com dano ao paciente, de modo que alterações relativamente pequenas estão associadas com aumento de quedas e fraturas.3-5

Posted in: ATOTW > Intensive Care Medicine 2015 Language: portuguese

Dr. Dave Ashton-Cleary Intensive Care Consultant, Royal Cornwall Hospital NHS Trust, UK Dr. Kelly Mackey Anaesthetic Registrar, Royal Cornwall Hospital NHS Trust, UK Editada por Dr William English Correspondência para atotw@wfsahq.org Tradução autorizada do Anesthesia Tutorial of the Week #319 – Inter-hospital transfers pelo Dr. Getúlio R de Oliveira. A maioria dos médicos não realiza regularmente transferências como parte de suas atividades. Isso, combinado com as dificuldades inerentes à movimentação de um paciente doente de um local para outro, muitas vezes em ambientes desconhecidos, faz das transferências procedimentos desafiadores. A boa preparação e o planejamento adequado podem prevenir complicações e acidentes.

Posted in: ATOTW > Paediatric Anaesthesia 2015 Language: portuguese

Dr. Vasco Rolo - Great Ormond Street Hospital, London, UK Editado por Dr. Isabeau Walker Anestesista Consultor – Great Ormond Street Hospital, London, UK Dr. Kate Wilson Anestesista Consultor, Sheffield Children’s Hospital, Sheffield, UK Tradução autorizada do Anesthesia Tutorial of the Week #316 – Ventricular septal defects pelos Drs. Bárbara T Cavalheiro e Marcelo Arent Longo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brazil. Um defeito do septo interventricular (DSV) é uma comunicação anormal entre os dois ventrículos, e é a forma mais comum de doença cardíaca congênita (DCC). DSV frequentemente ocorrem como defeitos isolados, mas também podem ser um componente de anormalidades cardíacas mais complexas.

Posted in: ATOTW > General Topics 2014 Language: portuguese

Uma falha no aparelho de anestesia pode ser fatal. Algumas falhas podem ser evitadas se o aparelho for devidamente checado antes de ser utilizado. Um estudo realizado na Inglaterra encontrou como causa mais comum de falhas os vazamentos e o principal motivo para esses vazamentos foram fraquezas nos equipamentos, levando a desconexões. Pouca manutenção foi a segunda causa responsável pelos problemas.

Posted in: ATOTW > General Topics 2014 Language: portuguese

O sistema termorregulador dos indivíduos homeotérmicos é o responsável pelo controle da temperatura corporal fisiológica próxima a 37ºC para manutenção das funções metabólicas. A hipotermia é definida como temperatura central menor que 36 ºC e desencadeia uma série de respostas compensatórias comportamentais e autonômicas para a preservação do calor. A resposta autonômica à hipotermia é caracterizada pelo controle vasomotor (vasoconstrição periférica para redução da perda cutânea de calor quando a temperatura corporal